[ editar artigo]

O que não te contaram sobre transição de carreira.

O que não te contaram sobre transição de carreira.

Mudar de carreira não é para amadores, principalmente se você estiver pensando em largar a vida executiva para empreender.

Resolvi compartilhar esses aprendizados e responder o que muitas pessoas tem me perguntado ultimamente sobre transição de carreira:

1 – Controle Financeiro: Vai por mim, não acredite que dá pra empreender sem dinheiro, como dizem por aí. Até porque “time is money”. Você vai precisar de dinheiro para tirar sua ideia do papel, seja ela qual for. Minha primeira dica é: guarde dinheiro. Quanto mais organizado financeiramente você estiver, mais liberdade você vai ter para experimentar e menos pressão para acertar rápido.

2 – Aprender sempre :Você já deve ter ouvido aquela frase: “nunca é cedo ou tarde demais para aprender”, essa frase nunca esteve tão atual. Reserve tempo para aprender coisas novas e se manter atualizado o mercado que quer atuar. Seja estrategista e crie a sua própria lista de conteúdos que serão uma “carta na manga” no jogo dos negócios. Tente gastar mais tempo vasculhando newsletters do setor, artigos, livros. Você pode aproveitar o tempo no trânsito por exemplo para escutar podcasts e e-books e aproveitar o tempo para conhecer novos pontos de vista sobre um determinado assunto ou tendências do seu setor.

3 – Tenha Clareza: Ter clareza é criar uma visão de futuro. É definir O QUE você quer ou vai fazer daqui pra frente. Entenda a forma que você deseja contribuir para o mercado. Antes de sair marcando cafezinhos por aí com outras pessoas, conecte-se com você primeiro. Tenha clareza de onde você vem, da sua trajetória, dos aprendizados que teve ao longo do caminho, e

4- Faça novas conexões: Conecte-se com pessoas que já estão nesse mercado, que você admira e interaja com elas. Um novo mercado pode ter nova cultura e valores específicos e você só vai aprender sobre eles se estiver conectado às pessoas certas. Construa a sua nova rede: foque em mais qualidade e menos quantidade. Quem são as pessoas que você pode se conectar e como essa conexão pode ser benéfica para ambos? Novas conexões podem te levar a novos clientes e contatos que podem indicar o seu trabalho a outras pessoas.

5 – “Bota a cara no sol mona!” : Se você não contar para o mundo que você está mudando de carreira, ou iniciando um novo negócio, ninguém vai saber e ponto. Atualize suas redes sociais a começar pela descrição da sua atividade principal no Linkedin.

Já pode começar a praticar um novo pitch de apresentação para usar nas próximas reuniões, rodas de conversa e nos eventos: você tem um histórico de realizações, mas o foco agora é que as pessoas tenham clareza sobre o que você tem a oferecer nesse novo contexto. Como diria a amiga Juliana Saldanha: “seja lembrado por aquilo que você tem a oferecer.”

6 – Pense em você como uma marca: Nada mais forte do que ser verdadeiro consigo mesmo e com as pessoas à sua volta. Relações de confiança precedem bons negócios. Ter consistência entre o que você fala e o que você faz no dia-a-dia tem sua importância. O que você faz online e offline está diretamente ligado aos seus valores, ao que você acredita e como pode contribuir para o próximo e para atender quais demandas as pessoas vão te procurar.

7- Seu futuro está em suas mãos: Tem decisões que só você fazer. Quando você se permite ao que merece, atrai o que precisa.

Este artigo foi escrito originalmente no blog / www.danycarvalho.com

10K.Digital
Dany Carvalho
Dany Carvalho Seguir

Dany Carvalho é a networker que você precisa conhecer. Está sempre conectando startups, corporates, investidores para promover novos negócios, parcerias e impulsionar a transformação digital. É founder & host do Podcast #CaféComigo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você